Autor: Eduardo R. Moura Ramalho

Boletim 167 / Cirurgia estética do corpo

RELEMBRANDO: Patologia em mamoplastia

Os autores analisam sua experiência em torno de 2.046 pacientes consecutivos submetidos à mamoplastia redutora com exame histopatológico. Salientam o fato de que todas as pacientes se encontravam assintomáticas, foram operadas pelo mesmo cirurgião e examinadas pelo mesmo patologista. Analisam as diferentes lesões encontradas, sua incidência, tecendo comentários sobre a técnica cirúrgica empregada. A glândula mamária tem sido objetivo de vários trabalhos e publicações que procuram estuda-la sob todos os aspectos, desenvolvendo métodos e tecnologias que permitem aos diferentes especialistas um diagnóstico cada vez mais precoce das lesões mamárias. O aspecto do tecido mamário normal irá se modificar dependendo das variações hormonais ocorridas durante o ciso menstrual, a gravidez e a menopausa, fatores que devem ser levados em consideração na análise na análise do exame histopatológico. A importância da análise do material proveniente de uma mamoplastia convencional em pacientes normais e assintomáticas já é por todos conhecida e foi motivo de diversas publicações. Pitanguy e torres em publicações anteriores já deram sua contribuição ao tema. Nosso trabalho corresponde a uma revisão e discussão a respeito de 2.046 pacientes consecutivas, assintomáticas, que se submeteram à mamoplastia com exame histopatológico.

Leia mais
Boletim 89 / Cirurgia estética do corpo

Patologia em mamoplastia

Leia mais