Autor: Elizabeth W. M. Correa

(orientadora)

Boletim 171 / Seção do residente

MONOGRAFIA Avaliação dos sinais de mobilização sistêmica de gordura e alterações metabólicas em pacientes submetidos à cirurgia de lipoaspiração.

A lipoaspiração, com o passar dos anos, se tornou procedimento endêmico em um país onde a forma foi sempre supervalorizada em referência ao conteúdo. Portando, o estudo aprofundado e claro a respeito de todas as morbidades relacionas diretamente e indiretamente a citada cirurgia é de extrema urgência. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar uma possível mobilização sistêmica de gordura entre outras complicações relacionadas ao procedimento de lipoaspiração realizado em paciente. Foram criteriosamente selecionados vinte e um pacientes provenientes do Serviço de Cirurgia Plástica da 38a Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Foram realizadas avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem com o intuito de observar a presença de micro êmbolos de gordura na circulação periférica e em órgãos vitais como fígado, rins, pulmão e cérebro. O acompanhamento destes pacientes revelou a importante relação entre o volume lipoaspirado e o peso corpóreo com alterações clínico- hemodinâmicas. Nas avaliações realizadas por meio da Angiografia por Ressonância Magnética não foram observados sinais de embolia nos pacientes estudados. Em relação aos exames Mini mental, Creatinina, TGO e TGP em pacientes lipoaspirados em volumes de ate 5% do peso corpóreo não foram verificadas quaisquer alterações. Os resultados avaliados demonstraram que os exames dos pacientes deste estudo, submetidos a lipoaspiração não apresentaram quaisquer tipos de alterações. Monografia apresentada em 2010 por Fabio Biazzoti, sob orientação da Dra. Elizabeth Correa como requisito parcial para obtenção da nota final no curso de pós-graduação em cirurgia plástica do Instituto Ivo Pitanguy – 38a Enfermaria da Santa Casa de Misericórida do Rio de Janeiro.

Leia mais