Carta ao Editor

Resumo

Autor -Dr. Patricio Centurión Rivas Cirurgião Plástico Professor da Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas Correspondencia pccenturion@gmail.com -Dr. Ronald Gamarra Garcia Cirurgião Plástico

Depois de ter lido com atenção o trabalho: Gluteoplastia com lipoenxertia autóloga: experiência pessoal do colega Rosique R, considero de suma importância aportar novos conceitos científicos no tratamento da gordura não mencionados no presente trabalho. Os resultados obtidos pelo colega não entram em discussão.

Em 1991, Ersak RA, já mencionava resultados desalentadores com o uso do enxerto autólogo da gordura, a partir de um follow-up de 3 anos. Por outro lado, Kaufman MR, em 2007, questionava-se a existência de algum conhecimento científico por trás do uso da lipoenxertia na face.

Neste trabalho não vejo aporte científico nenhum, que apoie o uso da lipoaspiração convencional (LC) como técnica adequada para a colheita do TCSC (adipócitos+ Células Tronco). Resultaria mais interessante realizar estudos histológicos do tecido aspirado a ser enxertado, tais como: estudos da biologia molecular para avaliar a presença ou não de Células Tronco; uma escala para medir o grau de apoptose do tecido a ser enxertado; estudos de imagens para constatar o estado final do tecido enxertado na área receptora, entre outros.

Por tal motivo, após 30 anos de ser utilizada a gordura obtida pela lipoaspiração como enxerto, a pergunta:“realmente sabemos o que estamos enxertando?”, ainda  resulta válida.

 

Sobre a técnica cirúrgica aplicada:

O princípio da LC com infiltração tumescente produz uma disrupção mecânica do TCSC, destruindo os adipócitos e as Células Tronco, provocando sangramento pela ruptura de vasos sanguíneos, dando como resultado um meio ambiente desfavorável para que as células presentes do TCSC possam ser enxertadas com sucesso.

O autor afirma que por meio da “infiltração tumescente permite a aspiração do tecido gorduroso limpo”, essa afirmação não é tão válida assim, já que o volume infiltrado dissolve os elementos do sangue aspirado e o número das Células Tronco, assim como células e fatores estimuladores presentes do TCSC. O mecanismo de decantação que segue a aspiração diminui o número de Células Tronco e fatores estimuladores presentes no infranadante eliminado. Alguns autores americanos denominam a este tecido enxertado de   “ASC-poor aspirated fat “, podendo explicar os resultados poucos duradouros e os índices variáveis da reabsorção.

Temos conhecimento que a concentração do ASC junto como os fatores estimuladores e adipócitos preservados são importantes na lipoenxertia e que todos estes fatores e células encontram-se presentes no TCSC preservado.

 

Novos conceitos:

Em 2012 publicamos o novo conceito de tratamento da gordura com o uso do Laser na lipoaspiração (LL) (1210-nm de cumprimento de onda, este ainda não comercializada no mercado).

O princípio do LL  1210-nm é a “desnaturalização do tecido conectivo”, em contraste com a LC que produz a “Disrupção mecânica”.

A interação do laser (1210-nm) no TCSC permite dissolver o tecido conectivo, preservando os adipócitos (ao estabilizar a membrana citoplasmática) e estimular as Células Tronco presentes no TCSC. Esta propriedade é chamada de estimulação seletiva1,2,. O laser que atualmente está sendo comercializado no mercado provoca lipólises devido que os comprimentos de onda utilizados têm afinidade/absorção pela água 3,4. Por outro lado, o laser 1210-nm é o primeiro laser com afinidade/absorção pelos tecidos ricos em lipídios, descrito por Anderson e logo por Wassmer. 15,16

A técnica desenvolvida por nós com o LL, mediante esta nova tecnologia, não precisa de infiltração tumescente nem super úmida, pelo fato que o laser coagula os vasos sanguíneos diminuindo a perda de sangue.

Nós aplicamos um volume de 500cc de sol. salina + adrenalina 1:500000, para o abdômen e dorso em total, infiltração realizada num plano profundo do TSCS, assim obtemos um volume aspirado de 1500cc sem infranadante nem sangue. O que nos permite num passo só lipoenxertar imediatamente o material aspirado de características histológicas e biológicas muito superiores em qualidade e quantidade em comparação com as amostras de LC5,9.

Cabe mencionar que a evolução científica na Medicina nos obriga ao estudo constante de novos conceitos e tecnologias para aprimorar os tratamentos em benefício dos nossos pacientes eliminando paradigmas validadas em outros tempos.

Baseados em nossos estudos científicos desde o ano 2010 (Revisão que será publicada em breve), nos questionamos se a Lipoaspiração Convencional, criada há mais de 40 anos para eliminar a gordura, é a técnica mais adequada na atualidade para a colheita do TCSC (com a presença conhecida atualmente de células tronco) para as múltiplas aplicações cirúrgicas e para o estudo e aplicação da Medicina e Cirurgia Regenerativa?.

 

Bibliografia

 

  1. Centurion P, Noriega A. “ Laser Stimulation on Adipose Stem Cells (ASC) and Adipocytes “. IPRAS Journal 12th Issue April 2013. ISSN:2241-1275 p 46.7
  2. Centurion P, Noriega A. “ Fat preserving by Laser 1210-nm. A new concept in Lipolaser.” Journal of Cosmetic & Laser Therapy. 2013; 15: 2–12
  3. Dornellas R, “ Laser Lipolysis with Diode Laser 980-nm: Experience with 400 cases. Aceptado para publicacion en Revista de la Sociedade Brasileira de Cirurgía Plástica e Reconstructiva. 2013
  4. Centurion P, Cuba JL, Noriega A. Liposucción con Diodo Laser 980-nm (LSDL 980-nm) optimización de protocolo seguro en cirugía de contorno corporal “ – Revista de Cirugía Plástica Ibero latinoamericana. Vol. 37 N 4, Pág. 355-364 Octubre-Noviembre-Diciembre 2011
  5. “ Fat Graft enriched +ASC stimulated by Laser”. 51o Congresso Brasileiro de Cirurgia Plastica Costa do Sauipe Bahia – Brazil; 11/2014
  6. “ Fat Graft obtained by Laser 1210-nm “.. XXI Encontro da AEXPI Evento comemorativo aos 40 anos da AExPI; 11/2014
  7. “ Tratamiento volumétrico facial: Optimizando el Rejuvenecimiento Facial con Laser. XX Congress Peruvian Society of Plastic Surgery, Lima – Peru; 10/2014
  8. “ Fotobioestimulación Laser en ASC / Laser Photobiomodulation on Stem Cell (ASC) ”. XX Congress Peruvian Society of Plastic Surgery, Lima – Peru; 10/2014
  9. “New Evidences in Liposculpture: Liposuction-Laser Stimulation-Lipo Filling: One Step technique” . 3rd International Society of Plastic Regenerative Surgery Congress Miami; 09/2014
  10. 2nd World Congress International Society of Plastic & Regenerative Surgery (ISPRES) Laser Selective Phototermostimulation in Adipocyte and Stem Cells (ASC). 5-7 Jun. Berlin – Germany
  11. 17th World Congress of the International Confederation for Plastic, Reconstructive and Aesthetic Surgery. Master Class Professor: “Laser Selective Photothermostimulation in Liposuction & Regenerative Medicine .
  12. Laser Innsbruck 2012 : Advances & Controversies in Laser and Aesthetic Surgery. 4Th International Conference September 12-15. IPRAS. “ Fat preserving by laser 1210-nm: A new concept in Lipolaser “.
  13. XIX Congreso de la Federación Ibero latinoamericana de Cirugía Plástica (FILACP) XVII Curso Internacional de Cirugía Plástica Estética de SCCP Mesa Redonda: Nuevas tecnologías: “Preservación de grasa con Laser 1210- nm: Un nuevo concepto en Lipolaser” 2012
  14. 41 Congreso Argentino de Cirugía Plástica. Tema : Mito & Verdades de la Lipolaser. Cataratas Iguazú. Marzo 2012
  15. Anderson RR, Farinelli W, Laubach H, Manstein D, Yaroslavsky   A, Gubeli J, et al. Selective Photothermolysis of Lipid-Rich Tissues: A Free Electron Laser Study. Laser Surg Med 2006; 38:913–919.
  16. Wassmer B, Zemmouri J, Rochon P, Mordon S. Comparative Study of Wavelengths for Laser Lipolysis. Photomed Laser Surg. 2010 Apr; 28(2):185-8.