Posts com a tag lipoaspiração

Boletim 176 / Cirurgia estética do corpo

CELULITE: UMA ABORDAGEM PESSOAL DE TRATAMENTO CIRÚRGICO

Leia mais
Boletim 171 / Cirurgia estética da cabeça

RELEMBRANDO Lipoaspiração como procedimento ancilar à ritidoplastia

Os autores apresentam a sua experiência com lipoaspiração, como procedimento ancilar à ritidoplastia em 138 casos consecutivos submetido à lipoaspiração da região cervicofacial na Clínica Ivo Pitanguy, de setembro de 1983 a junho de 1985, além de uma análise retrospectiva de 4.316 casos submetidos à ritidoplastia no período de 1957 a 1984. Os autores tecem comentários a respeito das vantagens e desvantagens do método que está em fase de análise comparativa em relação a outros procedimentos para o tratamento das deformidades cervicofaciais utilizadas anteriormente, requerendo um follow-up mais tardio para uma conclusão definitiva. Os resultados até o presente momento têm sido bastante satisfatórios, não estando afastada a utilização de outros métodos ancilares à ritidoplastia.

Leia mais
Boletim 171 / Seção do residente

MONOGRAFIA Avaliação dos sinais de mobilização sistêmica de gordura e alterações metabólicas em pacientes submetidos à cirurgia de lipoaspiração.

A lipoaspiração, com o passar dos anos, se tornou procedimento endêmico em um país onde a forma foi sempre supervalorizada em referência ao conteúdo. Portando, o estudo aprofundado e claro a respeito de todas as morbidades relacionas diretamente e indiretamente a citada cirurgia é de extrema urgência. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar uma possível mobilização sistêmica de gordura entre outras complicações relacionadas ao procedimento de lipoaspiração realizado em paciente. Foram criteriosamente selecionados vinte e um pacientes provenientes do Serviço de Cirurgia Plástica da 38a Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Foram realizadas avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem com o intuito de observar a presença de micro êmbolos de gordura na circulação periférica e em órgãos vitais como fígado, rins, pulmão e cérebro. O acompanhamento destes pacientes revelou a importante relação entre o volume lipoaspirado e o peso corpóreo com alterações clínico- hemodinâmicas. Nas avaliações realizadas por meio da Angiografia por Ressonância Magnética não foram observados sinais de embolia nos pacientes estudados. Em relação aos exames Mini mental, Creatinina, TGO e TGP em pacientes lipoaspirados em volumes de ate 5% do peso corpóreo não foram verificadas quaisquer alterações. Os resultados avaliados demonstraram que os exames dos pacientes deste estudo, submetidos a lipoaspiração não apresentaram quaisquer tipos de alterações. Monografia apresentada em 2010 por Fabio Biazzoti, sob orientação da Dra. Elizabeth Correa como requisito parcial para obtenção da nota final no curso de pós-graduação em cirurgia plástica do Instituto Ivo Pitanguy – 38a Enfermaria da Santa Casa de Misericórida do Rio de Janeiro.

Leia mais
Boletim 167 / Cirurgia estética do corpo

Minha história com a lipoaspiração e a infiltração superúmida

Já faz mais de 40 anos que a lipoaspiração foi introduzida nos Estados Unidos. Não é nenhuma surpresa que ela teve uma ascensão meteórica, tornando-se rapidamente o procedimento estético mais realizado nos Estados Unidos e no mundo. Com 363.912 procedimentos realizados em 2013, o número de cirurgias de lipoaspiração aumentou 16,3% em relação a anos anteriores desde a recessão de 2008. No entanto, na mente do público, muita confusão permanece sobre os benefícios e a segurança da lipoaspiração. Esta confusão decorre em parte de “mensagens confusas” veiculadas pelos meios de comunicação, que vão desde o entusiasmo desenfreado até a condenação medrosa muitas vezes representando uma visão parcial ou simplista do que as pessoas realmente precisam saber sobre o procedimento. A cronologia do procedimento é apresentada aqui. Além disso, este artigo também é uma narrativa da minha experiência pessoal com enfoque especial para as questões de segurança do paciente e uma avaliação que não é apenas do meu interesse, que acompanhou a evolução dos avanços técnicos na lipoplastia. Como fui instruído pelos editores a concentrar-me em minha jornada pessoal, as contribuições para a evolução da lipoaspiração de muitos indivíduos talentosos pode não ter sido incluída. Sem dúvida, esta é uma revisão relativamente breve e não necessariamente destinada a ser completa. O entusiasmo pela lipoaspiração é compreensível. Ela, em comparação com outros procedimentos estéticos, é o que mais parece verdadeiramente “mágico”. As incisões de acesso geralmente produzem cicatrizes discretas, se não imperceptíveis. A recuperação geralmente é muito simples e sem complicações, e os resultados para a maior parte são permanentes. A grande melhoria nos depósitos de gordura feiosamente localizados presentes em várias áreas do rosto e do corpo é um resultado que para muitas pessoas é simplesmente inatingível por dieta, exercícios ou qualquer outro meio.

Leia mais
Boletim 143 / Cirurgia estética do corpo

Abdominoplastia: classificação e técnicas cirúrgicas

Leia mais
Boletim 97 / Cirurgia estética do corpo

Aspectos atuais da lipodistrofia trocantérica e interfemoral

Leia mais
Boletim 86 / Cirurgia estética do corpo

Lipoaspiração – Procedimento ancilar à ritidoplastia

Leia mais